Com a voz do coração dou as boas vindas e agradeço a visita, porque, a semente mais pura do pensamento, está no coração.





26/04/11

Imagem da Net

caem
as palavras precisas do poema
perante a tela
e muda_ muda_ muda
é a cor do sonho.
perco as palavras
na tristeza inscritas
no anel dos teus olhos
que o teu silêncio grita _ menino.
num gesto fresco
de pura desventura
mata caça
caça mata
no bosque dos medos
onde o sol caiu
sem adivinhar o teu nome.
meu menino
mata caça _ caça mata
nas sílabas visíveis da fome.
"in" livro Singelo Canal

15/04/11

Imagem da Net

todas as saudades são minhas
das vidas que já vivi
regresso como as andorinhas
aos locais de onde parti
aos paraísos longínquos
aos oceanos distantes
em circuitos contínuos
de energia constante.
neste vai e vem giratório
todas as saudades são minhas.

"in"Livro Singelo Canal

08/04/11

Imagem da Net

inconsentido voo o nosso
de pássaros imóveis
só os sonhos têm asas
a perícia
a liberdade das aves rebeldes.
ah se fosse livre no meu querer
aninhava-me dócil
despida de medos e incertezas
nas asas da liberdade dos pássaros.

respirava segredos do Universo
na tarde de todos os tempos
de todos os céus _ sois e mares
cantando o doce movimento do amor
entre nuvens negras
e fazia ninho
no infinito do sonho.
"in" livro Singelo Canal

01/04/11

REFLEXÃO

Imagem da Net



há ecos de mãos inteligentes

em longas fileiras de inconsciência.

"in"do livro Singelo Canal