Com a voz do coração dou as boas vindas e agradeço a visita, porque, a semente mais pura do pensamento, está no coração.





13/06/12

NÃO ME APETECE






Não me apetece...
Não me apetece…

Não me apetece escrever
Não me apetece sair
Não me apetece falar
Não me apetece beijar
Não me apetece sorrir...

Não me apetecem os dias
Não me apetecem as noites
Não me apetecem manhãs orvalhadas
Não me apetece o pôr do sol
Não me apetecem as gargalhadas...

Não me apetece ver gente
Não me apetece mentir
Não me apetece ensinar
Não me apetece fugir...

Apetece-me não me apetecer
Apetece-me recordar
Apetece-me olhar o nada
Apetece-me pasmar...

Tudo ou nada, tanto faz
Tanto faz outono, inverno 
Tanto faz viver, morrer...
Mas não! Dá trabalho apetecer!...

"In" Livro Inquietudes Manuela Barroso