Com a voz do coração dou as boas vindas e agradeço a visita, porque, a semente mais pura do pensamento, está no coração.





31/05/13



saber o que cantam os poetas
se são rouxinóis ou aves sem asas
a baloiçar na árvore da vida
no tempo e no espaço sem limite
sem inicio nem fim
afinal isso que importa
se na viagem do sonho tocam o infinito?

poetas tudo cantam
em momentos de inspiração
tão mais fácil
quando da alma se soltam
profundos sentimentos
a germinar palavras genuínas
num deslizar entre os dedos
anunciar cantos de emoção

enchem o passado
o presente
o futuro
lavram memórias ancestrais
no eu
no tu
no vós
não têm idade nem cor
em perfeita harmonia
erguem um mar de sílabas
em ternos e eternos cantos de amor
outros de alegria
ou de simples coisas banais

alimentam o pensamento
vocábulos inequívocos do verbo
não consiste apenas em inventar
basta olhar o dançar do mar
o sol
a chuva
o vento
o céu
as estrelas
o luar
as crianças a sorrirem sonhos de esperança
as portas do silêncio
prenúncio de vidas desertas
o vibrar da Natureza e os dons do Universo
tudo cantam os poetas.

"in" livro Pleno Verbo

17/05/13


dei ao vento o poder da palavra. devolveu-mo em seus passos violentos.
desde então, guardo-o num cofre do inverso do verso.
ao verso, consciente da ternura e do amor, dou o perfume da palavra brisa
sem temer o peso da palavra : poder.