Com a voz do coração dou as boas vindas e agradeço a visita, porque, a semente mais pura do pensamento, está no coração.





11/04/10

trago a liberdade dos pássaros


nas asas do pensamento

sem algemas nem mordaça

voa à velocidade do vento


trago a liberdade dos pássaros

nas asas do amor e do respeito

dou-lhes espaço p´ra voarem

mesmo que esteja a sangrar
a dor dentro do meu peito


trago a liberdade dos pássaros

desde que fui concebida

brotou num pedacinho de vida

na mulher que me tornei

nos sonhos que alcancei

e com cânticos de liberdade

enfrento as tempestades...

3 comentários:

  1. Tecas...

    Continua a voar com as asas que libertam o ser e as palavras!

    Beijo
    AL

    ResponderEliminar
  2. Venho desejar um bom fim de semana.

    Saudações poéticas.

    ResponderEliminar
  3. bom dia, teresinha. mando-lhe um beijinho de silves.

    ResponderEliminar