Com a voz do coração dou as boas vindas e agradeço a visita, porque, a semente mais pura do pensamento, está no coração.





10/03/11

Imagem da Net
não fiques a só contigo
a escutares o silêncio
ele tem a dimensão da ausência
entre os dedos da memória.
solidifica os sonhos
que subsistiram aos dias
às noites
ao tempo.
não chores
não bebas a tua solidão
quando sentires um sopro morno
suave como brisa
doce como uma carícia
eleva o pensamento
imagina um beijo
abre as mãos ao céu
esse será o momento
do silêncio escutar
o que existe no teu peito.

não fiques a só contigo
no silêncio da ausência
e do vazio.
T.G.

38 comentários:

  1. Nada pior do que a solidão para que o ser humano vá definhando.
    Bem-hajas!

    Beijinho

    ResponderEliminar
  2. Depois de ter lido o seu encantador poema em homenagem à Mulher, deixo o meu comentário a este " não fiques a só contigo". Grandiosa mensagem com uma imagem metafórica.
    Bonito post.
    Beijo do seu admirador,
    José Pedro

    ResponderEliminar
  3. Fica com toda a gente que te ama e como todos os olhares que te transformem.

    um grande beijinho, amiga! :)
    Jorge

    ResponderEliminar
  4. Querida amiga poetisa Teresa Gonçalves, eu daqui, precisando do meu silêncio... Pra falar comigo mesma neste momento... Eu preciso contar o tempo... e rever os pedaços perdidos pelo caminho.... E você com este lindo poema “não fiques a só contigo" a escutares o silêncio/ele tem a dimensão da ausência/entre os dedos da memória.
    O meu silêncio necessita contar às memórias que guardei em concha, no peito, e você de estar entre uma presença e outra, para dialogar o mistério de sua alma... E o faz com esplêndido devaneio poético.
    Obrigada por tua amizade e carinho.
    Beijos em teu coração,
    Socorro

    ResponderEliminar
  5. muito bonito amiga ...poeticamente perfeito ...pbens ... abçs

    ResponderEliminar
  6. gostei muito de ler esta "oração" pela manhã* um grande beijinho, amiga tecas.

    ResponderEliminar
  7. A solidão favorece o encontro na precisão da intimidade que precisamos manter conosco mesmo.

    Um poema, não deve ser palco apenas de ilações, a poesia que flui dele, deve ser envolvente, e você bem sabe como fazê-lo.

    ¬

    ResponderEliminar
  8. Belo poema poetisa!
    Percori seus escritos achei todos impecáveis.
    Parabéns pela facilidade da escrita.
    Sempre que eu puder estarei a visitar seu recanto.
    Abraços de Luz.

    ResponderEliminar
  9. Boa noite querida,

    Lindo poema, envolve quem o lê de maneira mágica. Gostei te de ler.

    mil beijos e um fds com muitas alegrias!

    ResponderEliminar
  10. Tens um versar belo ! Ah, eu te expliquei o que é dengo em meu blog, passe por lá qdo puder, ok?Parabéns poetisa...Beijos...com carinho.

    ResponderEliminar
  11. Preciosa fotografía y excelente su procesado, destacando el detalle principal de la imagen. Bello poema, Teca. Enhorabuena. Feliz fin de semana. Cordial saludo.
    Ramón

    ResponderEliminar
  12. Amiga Tecas, o teu poema senti-o para mim. Diversas vezes me deste este conselho...
    A solidão doi...
    Gostei muito.A imagem do amor perfeito...
    Beijos grandes da tua muito amiga,
    Catarina

    ResponderEliminar
  13. Concordo que realmente só devemos ficar a sós connosco por pouco tempo, o suficiente para uma curta introspecção a saborear o silêncio e partir de seguida, antes que a solidão nos invada. Gostei muito.
    Bj.
    Maria Mamede

    ResponderEliminar
  14. Poema prece que a belíssima imagem completa !
    Beijinho, amiga *

    ResponderEliminar
  15. Querida Tecas, simplesmente soberbo!!!
    Um beijo
    Boa semana

    ResponderEliminar
  16. existem silêncios gritantes, os que que na solidão dos sentidos não queremos escutar, mas...também existem os silêncios que nos fazem entrar no samadi

    grata fico pela visita e palavras no meu cantinho
    bjs

    ResponderEliminar
  17. Tecas, acabado de escrever:

    DITIRAMBO

    em procissão as palavras seguem
    falas onde o poeta fala
    desenhando movimento e cor
    para enfeitar o silêncio
    onde se move da poesia ao poema
    de fá-las soltas coesas
    deixando a natureza inteira viver
    na linguagem onde viaja
    levando a Língua em belas aventuras
    quando dá à inspiração o odor
    feito da alegria de alimentar a intuição
    onde a intenção deixa raízes

    a cavalgar o sonho como espigas
    bailando ao vento prenhes de grão
    (
    nessas palavras vamos buscar o pão
    )
    alimentando o teatro do ato onde ato
    as minhas palavras no teatro da escrita

    aqui a língua se encontra com o gosto
    não havendo discussão possível: - Ação!

    o filme filma a procissão, a fé, a crença...
    criança a inspiração respira inebriada: fala
    Bjs
    F

    ResponderEliminar
  18. aiaiai ....venho aqui e me dislumbro com a beleza dos seus versos .........esse seu poema esta absurdamente belo ... abraços

    ResponderEliminar
  19. Na solidão, devemos ser bons companheiros de nós próprios... pelo menos...
    Excelente poema, gostei.
    Querida amiga Tecas, tem bom Domingo e boa semana.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  20. Momentos de solidão, momentos de silêncio pela ausência de nós...
    Tecas,mais do que bela, a tua mensagem é sublime porque transmite amor.
    Beijos da
    Helena P.

    ResponderEliminar
  21. Só um amor-perfeito pode crescer com tais adversidades...

    Que bem defines a solidão...

    e sigo...


    Na solidão tudo é mais intimo e puro.

    Não existe a opção à discussão.

    Sente-se muito, ama-se mais, é duro!

    Sendo efémero, existe, é a solidão.

    Beijinhos, querida amiga

    ResponderEliminar
  22. Parabéns, amiga Tecas!
    Tuas palavras emergem como luz provinda do interior de uma mina recheada de energia.
    Um forte abraço!

    ResponderEliminar
  23. Às vezes, o silêncio precisa de ser escutado, mas concordo que não se fique preso nas suas amarras de solidão.

    Gostei muito.

    M.G.

    ResponderEliminar
  24. Oi Tecas
    A solidão ensina e nos dá sabedoria .
    É no siêncio que nos encontramos pra voltarmos aos outros melhor e mais inteira.
    Lindo poema
    uma boa semana cheia de inspirção e luz
    beijinhos

    ResponderEliminar
  25. A solidão é triste, vazia de vida e de felicidade. Muito bom!!

    Bjs!!

    ResponderEliminar
  26. Tecas, nunca a solidão foi boa companhia!
    Lindo e verdadeira a tua mensagem.
    Beijo
    C.A.

    ResponderEliminar
  27. Querida Tecas
    Vim lhe deixar meu carinho, desejar uma linda semana e agradecer suas visitas que me deixam feliz!
    Sua poesia fala tanto de minh'alma... Emociona muito!
    Estou levando mais essa para um dos meus blogs...
    Beijos com muita admiração e amizade.
    Helô

    ResponderEliminar
  28. ____________________________________

    Querida Tecas, nem sempre a solidão é ruim... Por vezes, é excelente companheira!

    Belo poema!!!

    Beijos de luz e o meu especial carinho...

    __________________________________________

    ResponderEliminar
  29. Boa noite querida,

    Belo poema, onde exalta a solidão e ela não é uma boa companhia.

    mil beijos!

    ResponderEliminar
  30. Tecas... É hoje o seu niver, amiga? Vi uma homenagem a você na AVSPE. Se for, Feliz Niver!!! Se não for, envio-lhe abraços e quero dizer que bela a sua poesia... Que bela. Mil bjs, Sua amiga Sunny

    ResponderEliminar
  31. Tecas, adorável poema sobre o silêncio que alimenta a solidão...
    Solitário amor perfeito! Bela sensibilidade.
    Abraço
    Jorge Santos

    ResponderEliminar
  32. Ás vezes sabe bem, ficar só comigo ;):)

    Tudo de bom.

    ResponderEliminar
  33. poetisa maravilhosa ,vim retribuir sua visita e conhecer seu blog o qual adorei voce escreve lindamente amiga querida ,seja sempre bem vinda em meu blog,ja me filiei no seu com muito carinho marlene

    ResponderEliminar
  34. Obrigado, em relação aos seus votos
    sobre o meu livro.

    Dizem-me que correu muito bem e ficaram de enviar-me vídeo sobre o acontecimento.

    Depois coloco no meu blog...
    se souber como isso se faz!

    Saudações poéticas

    ResponderEliminar
  35. Não fiques a sós contigo....

    Um belo poema.

    Gostei muito, Tecas.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  36. Que musa maior para a inspirar, senão o silêncio?
    E teria sido no silêncio que nasceu esta flor-poema que de tão bela até é amor-perfeito!
    Aqui...também se alimenta a alma porque é feita de silêncio-poesia.E é uma contínua inspiração!
    Obrigada, Tecas por sua palavras!
    Só sei retribui-las silenciosamente...
    Abraço
    Manuela

    ResponderEliminar