Com a voz do coração dou as boas vindas e agradeço a visita, porque, a semente mais pura do pensamento, está no coração.





09/01/12

Pintura Ren Magritte
não vivo alheia ao sentido de existir
não vivo
nem ao meu nem ao da humanidade.
pela incongruente inconsistência
de condutas sociais, religiosas
e governamentais
suspeito
do rumo das excursões forçadas
das conduções manipuladas
das tempestades errantes
forjadas em espelhos de cânticos negros
que ofendem oceanos humanos
e mesmo assim
ainda acredito
que enquanto há vida
há esperança.
não se pode viver como trapos de existência
com remendos de fome
lutemos contra os ventos agrestes
combatamos nuvens sombrias
não deixemos entardecer agonias.
vamos lutar conscientes
de existir entre os povos
uma verdade a florir.

enquanto há vida…

Teresa Gonçalves 2012-01-02

29 comentários:

  1. A esperânça é a ultima a morrer embora por vezes eu a veja a escapar aí agarro-a bem forte para ela não ir embora.
    É uma ofensa para o ser humano como estamos a ser tratados.
    Lutar sempre e gritar até que a voz me doa.
    Bem-haja Tecas
    Bem-haja Teresa Gonçalves

    Beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  2. Não podemos, nunca viver sem esperança.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  3. E quem grita,
    quem sabe gritar,
    usando tão divinamente as palavras como flechas, decididamente...
    enquanto houver uma vida que espalhe destes poemas pelos ventos, dias melhores vão voltar.De certeza!
    Parabéns, querida Tecas
    Terno abraço
    Bji

    ResponderEliminar
  4. minha querida tecas que alegria visitar voce estou com muitas saudades suas amiga,que lindo poema parabens por esta linda post espero poder receber voce mais vezes durante este ano sua presença par mim é muito importante sempre um abraço com carinho marlene

    ResponderEliminar
  5. Belo alvorecer amiga querida!
    que a esperança sobreviva nossos dias...
    bjsssssssssss

    ResponderEliminar
  6. Hermoso poema amiga, y junto aél se revelan la esencia de un pensamiento puro.

    Un beso,

    Aloe.

    ResponderEliminar
  7. "não se pode viver como trapos de existência
    com remendos de fome
    lutemos contra os ventos agrestes
    combatamos nuvens sombrias"

    Linda mensagem, e sim, só depende de nós!!

    Bjs e excelente 2012!!

    ResponderEliminar
  8. Devemos viver cada dia intensamente. Viver sem medo de sofrer. Se arrepender apenas pelo que não fez ou não teve coragem de fazer. Devemos ter esperança que dias melhores virão. Que depois da tempestade, o sol renasci majestosamente!
    ---
    lindo post minha querida!
    blogestarcomvoce.blogspot.com

    ResponderEliminar
  9. Para que a flor da esperança viva sempre...
    Para que o grito não seja ignorado...
    Porque mesmo que tudo falhe, haja sempre luz, mesmo que frágil para o recomeço...
    Lindo...
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  10. Esperança... que seja não só uma palavra ( de esperar sentado), mas Fé, Trabalho, FUTURO!

    ResponderEliminar
  11. Gosto da cadencia que imprimes ao verso e da esperança que depositas no teu viver.
    Um bom 2012 e um grande abraço

    ResponderEliminar
  12. Gostei muito da sua visita ao meu blog. E fiquei encantada com suas postagens em seu blog encantador.

    Abraços.

    ResponderEliminar
  13. Hermoso poema, ojalá este nuevo año venga llenito de esperanzas cumplidas.Besitos.

    ResponderEliminar
  14. enquanto há vida, Tudo é Possível!!!

    Muitos beijos, amiga!

    Jorge

    ResponderEliminar
  15. olá Teresa

    a vida é maravilhosa..

    é única . vive . e Ama


    um beijo!!

    ResponderEliminar
  16. Oi Tecas
    Parabéns por partilhar um poema reflexivo sobre a vida , seus caminhos, suas belezas e decepções.
    É linda a vida Tecas que a vivamos plena e nos seja sempre bela.
    um abraço

    ResponderEliminar
  17. Gostei da associação dos versos com a imagem...

    Um beijo.

    ResponderEliminar
  18. Enquanto há vida há poesia, assim, que faz com que a vida seja viva!

    ResponderEliminar
  19. Minha querida

    Um grito no teu poema...um grito de todos nós, mas que apenas alguns o sabem fazer assim.
    Adorei como sempre e deixo um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  20. Estamos nessa esperança!

    Abç fraterno

    ResponderEliminar
  21. /Querida poetisa Teresa Gonçalves, eu vim afagar o peito, lendo este teu poema tão belo quanto a tua alma: este trecho me tocou muito: “não se pode viver como trapos de existência/com remendos de fome”.
    Vim também parabenizar a distinta poetisa pela apresentação do teu livro Pleno Verbo, que acontecerá na Casa Luso Angolana- Porto. Parabéns querida. Eu desejo sucesso com magnitude.
    Beijos literários, carinhosos e amigo,
    Socorro/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que essa esperança permaneça sempre viva!
      Belo poema querida!!
      Um abraço.

      Eliminar
  22. A minha amizade por você é tão especial que não saberei explicar em palavras.
    Sempre sinto vontade de dizer o quanto é importante contar com amigos (as) como você.
    Hoje você já faz parte da minha vida, agradeço a Deus por
    ter te encontrado e descoberto com você a verdadeira amizade.
    Obrigada por sua preciosa amizade,e que Deus a abençoe cada dia mais.
    Um Domigo Feliz e tremendamente abençoado.
    Beijos meus no seu coração.
    Evanir..
    Saudades Amiga.

    ResponderEliminar
  23. "vamos lutar conscientes
    de existir entre os povos
    uma verdade a florir."
    Querida amiga Tecas, o teu poema é excelente.
    Parabéns pelo teu talento.
    Tem um bom resto de domingo e uma boa semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  24. Tecas minha querida

    Voltei para deixar o meu beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  25. Ao regressar a este lugar, entro de novo nesse pulsar - sístoles=diástoles....e sei que nesse sentimento há sempre lugar para o que existe de mais sublime e belo. Beijinhos. Pj

    ResponderEliminar
  26. Enquanto há vida tudo é possível. Viajar pelo Universo, acariciar a eternidade...Viver exalando vida.
    Um abraço do tamanho de toda vida.
    Bjs em teu coração.
    Nadilce Beatriz

    ResponderEliminar