Com a voz do coração dou as boas vindas e agradeço a visita, porque, a semente mais pura do pensamento, está no coração.





17/04/12

Imagem da Net
ascendeste por séculos na história
em descobertas por terra e além mar
içaste a bandeira das quinas
nos países conquistados
com tal orgulho lusitano
que nenhum gigante se atreveu a intimidar-te
tão poderoso foste…
desafiaste deuses
cantaste vitória
até te caírem os dentes
agora pergunto: meu país - valei a pena ?
se o que soubeste conquistar
melhor o soubeste perder.
hoje onde está essa grandeza?
vejo-te a temer e a tremer
pela pobreza
sem glória e sem dados para jogar
sem horizontes e sem orgulho português
súbdito sem memória
de joelhos a pedir esmola
a quem no teu povo quer mandar
e se outrora ele ergueu o facho da vontade
com que iluminou a palavra fraternidade
hoje - a mão que o conduziu já se ausentou
o sonho morreu. – não volta na sorte incerta
das marés de uma Europa a navegar às escuras
urdindo faminta sem ser descoberta
leis e mais lei que dizem seguras
onde a tua tradição se escoou
e por muito que se diga que está tudo bem
quem sente na pele as agruras
da fome e do desemprego abismal
não diz amem – meu Portugal.
valeu a pena? - perdes-te a glória e a memória

Teresa Gonçalves

27 comentários:

  1. Tecas minha querida
    Tristes palavras estas de Teresa mas infelizmente reais.

    Beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  2. Gostei Teresa!...
    Este teu poema é um grito saído do mais profundo da alma!

    Abraço!
    AL

    ResponderEliminar
  3. Não sei se valeu a pena
    pelo menos para nós
    todo o sofrimento
    anterior aos nossos avós

    a tristeza vive no povo
    que não tem mais para desbravar
    a falta de emprego em tantas casas
    é a ruina de muito lar

    bjs

    ResponderEliminar
  4. A revolta e a humilhação nos versos que rasgam memórias e tradições numa construção poética de tal forma contagiante que interfere com a vontade de nos juntarmos a esse grito e dizer "basta Portugal"!
    Lindo querida amiga Tecas.A força e beleza da poesia a que já nos habituou!
    Grande abraço

    ResponderEliminar
  5. Memórias tristes...
    Num dia cinzento e com chuva, em que tudo fica tão pesado e sem esperança...
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  6. Triste ver essa situação em um rico e lindo país!!Pena!beijos,tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  7. Sim, minha querida!
    Tenho lido sobre Portugal...
    Sei que vai mal
    e que aumenta o desemprego.
    Sei de suas conquistas...
    fomos por vocês descobertos!
    Aguns dizem que foram espertos
    e que levaram nosso ouro...
    Mas deixaram o maior tesouro
    o valor da amizade.
    Falo, com honestidade,
    que tenho orgulho de sermos irmãos.
    Entristeço com a situação
    Mas, sinceramente?
    Não vejo muita saída...
    Vejo um barco de partida
    rumo a Grécia,
    com certeza!

    Bjs, minha amiga!
    Coragem...

    ResponderEliminar
  8. Mas tens belos e maravilhosos poetas, meu país.

    Pessoas que amam, choram, sentem, vivem
    Pessoas que vivenciam e que abraçam os seus filhos
    Pessoas que são Pessoas plenas.

    Enquanto essas pessoas existirem, haverá país e um sonho a ser cumprido.

    Abraços à minha querida amiga
    Jorge

    ResponderEliminar
  9. Portugal teve e sempre terá momentos de Glória...As dificuldade serão eliminadas por seu grande povo.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  10. No tempo dos meus avós foi muito pior. Nos meus tempos de criança e adolescência mau foi, e bem senti esses maus tempos, de muita forma.

    Somos um País de lutadores e resistentes, sem dúvida, mas que podiamos estar melhor, também não tenho dúvidas.

    Lá diz o velho ditado: «temos o que merecemos...pela boca morre o peixe e... no melhor pano cai a nódoa».

    Um dia, não sei quando, tudo será diferente. Esperança... sempre!

    Tudo de bom.

    ResponderEliminar
  11. Querida, me emocionei, por amor a Portugal e ler-te...
    Concordo com "as pessoas fazem toda a diferença, belos e maravilhosos poetas; "enquanto esse povo tão guerreiro existir haverá *País e um sonho a ser cumprido", com certeza, irmã...Esperança* Fé* Força*.
    Portugal! que eu amo há de dar a volta por cima;
    e assim será, meu Deus!
    Beijus, faz tempo não venho aqui, mas ainda te sigo. Mery/Rio de Janeiro

    ResponderEliminar
  12. Tecas
    enquanto houver homens de bem, e há muitos ainda, nada estará perdido.
    Uma nação linda e guerreira se levantará!pelos filhos e netos que surgem e merecem um país robusto e feliz.
    Tudo se acomodará, mais cedo que pensamos!
    um abraço grande

    ResponderEliminar
  13. Minha querida

    Um grito que é um lamento por este povo que desbravou mares e hoje infelizmente nem um rio atravessa...Lindo como sempre ler-te.

    Deixo um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  14. Que linda pagina tienes amiga, te felicito!!!!!

    Gracias por visitarme, muchos saludos.Laura.

    ResponderEliminar
  15. Boa tarde Amiga!
    Hoje em especial
    Parei um pouquinho
    Para trazer o meu carinho.
    E apenas lhe dizer muito simplistamente,
    Muito Obrigado!
    Obrigado por tudo, que Deus esteja sempre com você hoje e sempre e sempre...
    Com todo o meu carinho o meu grande Abraço.
    Maria Alice

    ResponderEliminar
  16. Boa tarde Amiga!
    Hoje em especial
    Parei um pouquinho
    Para trazer o meu carinho.
    E apenas lhe dizer muito simplistamente,
    Muito Obrigado!
    Obrigado por tudo, que Deus esteja sempre com você hoje e sempre e sempre...
    Com todo o meu carinho o meu grande Abraço.
    Maria Alice

    ResponderEliminar
  17. O grande amor que há numa grande amizade
    significa mais do que as palavras podem dizer
    porque uma grande amizade é um milagre que abençoa
    os dias que temos para viver.
    Um dos milagres da minha vida
    é simplesmente, ter conhecido você.
    Um feliz final de semana
    obrigada por fazer parte a minha Viagem.
    Beijos no coração.
    Evanir..
    Encanto de poema minha amiga!!.

    ResponderEliminar
  18. Gostei imenso da homenagem.

    Um grande beijo!

    Ótima semana!

    ResponderEliminar
  19. Tecasamiga


    Estou de volta e maluco como sempre. Carregado de saudades de Goa e da sua excelente gente. E agoniado com o que encontro por cá: tristeza, desânimo, desgraça. E, pelos vistos, o que está para vir será pior. Amanhã é dia de homenagem aos Capitães de Abril; mas também de luto por esta enorme maldade que os criados nacionais (???) da troika nos estão a fazer. Portugal, infelizmente, é assim…

    Espero por ti – como sempre.

    Qjs

    ResponderEliminar
  20. Bom para ler, preparando o dia de amanhã: 25 de Abril sempre! Bjito

    ResponderEliminar
  21. Simplesmente fantástico!
    Beijinho grande

    ResponderEliminar
  22. Também me pergunto se valeu a pena, principalmente desde que estamos a assistir calados um verdadeiro golpe de estado democrático, com os ataques massivos ao emprego, à saúde, ao ensino, aos salários, às reformas e, de um modo geral, aos direitos adquiridos. Fazendo tábua rasa de tudo o que foi negociado e acordado. E a cereja em cima do bolo de tudo isto, é a falta de equidade na repartição dos sacrifícios. Trata-se, afinal, de um gang altamente organizado para implantar uma político neo-ultra-liberal a favor do grande capital.
    Por tudo isto, o teu poema é excelente e é mais um grito neste país cada vez mais de brandos costumes.
    Tecas, querida amiga, tem um bom resto de semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  23. Comungo da essência desta verdadeira realidade de Portugal, mas o sonho... esse, nunca pode morrer.

    O poema é uma excelência.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  24. Tão ao jeito do sentir da amiga Teresa.
    Obra prima.
    Um grande abraço para cada uma

    ResponderEliminar
  25. Querida amiga
    Meu Abraço de Paz e bem!

    Mãe do céu da terra e do mar
    Por favor,
    Ensina-nos o teu segredo
    Do Teu Amor
    Para que não tenhamos medo
    De apreender Amar!

    Meu abraço carinhoso para você!

    Se você for mãe Feliz dia das Mães !

    Maria Alice

    ResponderEliminar