Com a voz do coração dou as boas vindas e agradeço a visita, porque, a semente mais pura do pensamento, está no coração.





14/12/10

NATAL DO GRANDE IRMÃO

Pintura Federico_Barocci

Jesus, estás a ver?

É Natal e a humanidade comemora o Teu aniversário! Quer dizer,festejam-no aqueles que supostamente acreditam que Tu és o Salvador. Fazes dois mil anos ou serão dois mil e um? Também em tantos anos, é mais um ou menos um! Estás a ver?
É assim! Caíram dois mil calendários, bem pesados, na consciência do homem desde o Teu nascimento. O mundo mudou. Vou-te dizer…aparentemente evoluiu…Estás a ver, Meu? Seguem-se as regras da evolução e o homem festeja o Teu aniversário com ostentação, em prejuízo de seguir os teus exemplos no coração. Mas é bonito, ver-te com Zés e Marias na televisão, nas montras, nas ruas e na Internet! Estás a ver? Vou-te dizer! Com a evolução, ficaste mais sofisticado e até aquele livro onde estão guardados os Dez Mandamentos e o Novo Testamento ( a riqueza sagrada), à força do homem tantas vezes o ler e reler já não é o que era. Cada um lhe dá a interpretação que lhe convém e as parábolas passaram a ser letras ou tretas que se apregoam e bem. Estás a ver? Vou-te dizer! Há dois mil anos a ler e a reler, e ainda não saíram da teoria. Passar à prática requer muito o espírito de renúncia e boa vontade. Se o homem em dois mil anos não saiu da teoria, quantos milénios vão ser necessários para pôr em prática os Teus exemplos? Vou-te dizer!...que cena! Até acabam por gastar as letras e as páginas ficarem em branco. Há aqui muito fogo de artifício! E a prová-lo, é o facto de alguns povos o utilizarem a torto e a direito. Estouram foguetes, daqueles que quando rebentam, matam e mutilam centenas e milhares de inocentes. Estás a ver? O espaço fica todo iluminado e a Terra tinge-se de vermelho e negro. Vou-te dizer…que cena, Meu!
É assim.
O Natal é das crianças, e Herodes tem consciência disso e oferece-lhes, envoltos em asas de tempestade de fogo e granizo provocada por ele, “ brinquedos super modernos e inofensivos”, tão inofensivos, que as crianças quando os recebem não brincam mais.
Estás a ver? Vou-te dizer! Tu disseste: -« Deixem vir a Mim as criancinhas». Esta parábola é a única posta em prática nos cursos intensivos de matadores profissionais ao longo dos séculos. Estás a ver?...
Depois, Jesus, há gostos para tudo. Existem milhões de seres humanos a festejar o Natal de todos os dias, com greves de fome, sem abrigo e ao relento, só por "pura extravagância”… que cena! Sabes, nunca consegui compreender estes excessos e muito menos os compreendo quando vejo tanta riqueza acumulada em instituições religiosas que manipulam o Teu Nome. Vou-te dizer, Meu! Foste e És, Amor, Humildade, Fraternidade e Igualdade, mas o homem tem conceitos diferentes do significado destas palavras. Toda essa riqueza distribuída e acabava a miséria de muitos povos! Vou-te dizer, Meu! Deves conhecer aquele provérbio popular o qual passo a citar:« olha para o que eu digo, não olhes para o que eu faço».
O homem deve-o ter inventado para não ser questionado nestas e noutras questões. Estás a ver? Vou-te dizer: Há coisas que eu não entendo, mas também não devem ser para eu entender.
O mundo mudou muito, Meu! É assim, alteraram-se leis, caíram impérios, reinados, republicas e governos e neste último século, começaram a nascer imperadores, isto é como quem diz, imperadores do pó branco. O homem é predador e explorador por natureza e como nos dias de hoje é mais difícil explorar ouro, diamantes, estanho e o petróleo entrou em pé de guerra , ele virou-se para o pó. Não, Meu, não é o pó que se põe no cuzinho do menino! É outro que, segundo dizem, é muito semelhante, isto claro, só na cor. O homem prontificou-se de imediato a construir impérios de destruição por ambição. Vou-te dizer! Primeiro, começou por fazer rebuçados que não são da tosse, mas que tiram a “tosse”, e, depois com eles, criou uma vacina contra a humanidade. Estás a ver? Que cena! Vivemos neste presépio desfeito e não passamos de insignificantes figurantes nesta novela real a assistir a estas monstruosidades. Tudo isto porque aqui é mais difícil fazer contas de dividir do que de multiplicar. Melhor dizendo, o homem sabe dividir: divide o outro homem pela sua raça, classe social, religiosa, politica, desportiva e por inúmeras razões das quais não têm razão de ser. É assim! A isto chama-se o mundo do Grande Irmão.
Estás a ver, Jesus?...hã?…hã?...Adormeceste? Hã, não!...que alívio. Estavas só a passar pelas brasas! Ora, não És alentejano! Vou-te dizer! Por favor, não Adormeças nesta altura do campeonato. Poder-te-ia contar muito mais, mas fico por aqui para não estragar o dia do Teu aniversário.

Bem, meu Jesus, como é Natal, quero desejar-te muitos anos de vida no coração do homem a quem chamas-te irmão e peço-te: Volta cá o mais rápido possível, mas por favor, não Te dês a conhecer. É que neste Teu reino, existem muitos homens candidatos a reis. Estás a ver, Jesus…a cena que iria ser? Pois é! Como me sentiria feliz se Te pudesse dizer:
-Perdoa-me Jesus, eu menti. Tudo o que aqui escrevi é imaginação.

"in" painel multicor-volume I
A TODOS OS AMIGOS E INIMIGOS ( SE OS TIVER), OS MEUS SINCEROS VOTOS DE FELIZ NATAL, REPLETO DE AMOR E SAÚDE.

18 comentários:

  1. Belo post, com tudo que gostaria de dizer, beijos.

    ResponderEliminar
  2. Um post Tecas,recheado de verdades.
    Bela imagem acompanhar um óptimo texto.
    Feliz Natal para si.
    Beijo.
    Jorge Santos

    ResponderEliminar
  3. Teresa Gonçalves
    Seu texto de Natal, é uma grande reliquia , para ser lido ao mundo, cheio de verdades, onde seu NATAL é de realidades.
    Muito obrigado por dividir este momento real com minha pessoa, lhe desejando um
    FELIZ NATAL

    Efigenia

    ResponderEliminar
  4. Tecas
    Passei aqui hoje para desejar-lhe um feliz Natal, e um ano novo de muita paz, harmonia e muito- muiiiito amor.
    Um bj, minha querida.
    Com carinho
    Fátima

    ResponderEliminar
  5. Um belo texto, amiga!
    Mas já nenhum Deus se compromete a vir ao mundo...
    Um bom Natal. Beijos.

    ResponderEliminar
  6. A intemporal idade do teu texto "deve estar para durar" :)) Bjs

    ResponderEliminar
  7. Pois é, Tecas! O teu texto é uma fonte de verdades. Passaram-se dez anos desde que o escreveste e...continua tudo na mesma, senão pior.
    Um belo texto.
    Beijo meu.
    Catarina

    ResponderEliminar
  8. tem toda a razão, tecas!
    um beijinho muito grande*

    ResponderEliminar
  9. Natal de realidades e verdades! Também eu, Tecas,não compreendo. Tens toda a razão no texto que escreveste.
    Desejo-te Feliz Natal.
    Beijos
    Helena P.

    ResponderEliminar
  10. Olá, vim deixar um carinho de amiga, com abraços de paz, beijos no teu coração.♥

    Olavo Bilac

    Natal


    Jesus nasceu. Na abóbada infinita
    Soam cânticos vivos de alegria;
    E toda a vida universal palpita
    Dentro daquela pobre estrebaria...

    Não houve sedas, nem cetins, nem rendas
    No berço humilde em que nasceu Jesus...
    Mas os pobres trouxeram oferendas
    Para quem tinha de morrer na cruz.

    Sobre a palha, risonho, e iluminado
    Pelo luar dos olhos de Maria,
    Vede o Menino-Deus, que está cercado
    Dos animais da pobre estrebaria.

    Não nasceu entre pompas reluzentes;
    Na humildade e na paz deste lugar,
    Assim que abriu os olhos inocentes
    Foi para os pobres seu primeiro olhar.

    No entanto, os reis da terra, pecadores,
    Seguindo a estrela que ao presepe os guia,
    Vem cobrir de perfumes e de flores
    O chão daquela pobre estrebaria.

    Sobem hinos de amor ao céu profundo;
    Homens, Jesus nasceu! Natal! Natal!
    Sobre esta palha está quem salva o mundo,
    Quem ama os fracos, quem perdoa o mal,

    Natal! Natal! Em toda a natureza
    Há sorrisos e cantos, neste dia...
    Salve Deus da humildade e da pobreza
    Nascido numa pobre estrebaria.

    FELIZ NATAL!

    ResponderEliminar
  11. Olá Tecas, Um Feliz Natal.
    Paz, Amor, Saúde, harmonia e muita poesia no coração das pessoas.

    Beijinhos
    Carmo

    ResponderEliminar
  12. Olá Tecas, gostei de ler o Natl do Grande Irmão. Belo texto de verdades feito. Feliz Natal.
    Beijos
    C.A.

    ResponderEliminar
  13. Mas não mentiste, amiga, infelizmente :(

    Um Excelentre Natal para ti!

    E um beijinho!
    Jorge

    ResponderEliminar
  14. Amiga Tecas, excelente texto! Não vai mudar o mundo...mas faz-nos pensar em que todos nós, somos cúmplices do mundo em que vivemos.
    Obrigada pela sua partilha e dar-nos a conhecer este excelente texto... sempre actual!
    Feliz Natal para si e familiares.
    Abraço
    José Pedro

    ResponderEliminar
  15. Excelente texto, estás a ver? Que cena... gostei bué...
    Querida amiga Tecas, desejo-te um Natal muito feliz.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  16. Um texto de Natal comovente.
    Um beijo e Feliz Natal um Ano novo MELHOR.

    ResponderEliminar
  17. Olá, boa noite, caríssima!

    Hoje venho simplesmente desejar

    FELIZ NATAL!

    Saudações minhas

    ResponderEliminar
  18. Mais um Natal de realidades, tão ao teu jeito.
    Parabéns T.
    Beijo
    Maria Mamede

    ResponderEliminar